Habitação

FAQ sobre os apartamentos do Programa Minha Casa Minha Vida para servidores públicos

Tire suas dúvidas sobre o Programa Minha Casa Minha Vida para servidores públicos:
 
Quem pode se cadastrar?
Servidores públicos estaduais (efetivos, comissionados e aposentados) residentes em Palmas, que não tenham pendências financeiras e não possuam imóvel.
 
Quais documentos devo apresentar para cadastro?
Originais e cópia dos seguintes documentos:
RG;
CPF;
Comprovantes de endereço;
Comprovante de renda;
Certidão de nascimento;
Certidão negativa de imóvel.
Se for casado, deve ainda apresentar esses mesmos documentos acima do cônjuge e a certidão de casamento.
 
Qual o valor da entrada?
A entrada será a partir de 10%, dependendo da renda do servidor.
 
As parcelas do imóvel são proporcionais a renda do servidor?
Sim. As parcelas não podem comprometer mais de 30% da renda do servidor.
 
Quando começo a pagar as parcelas?
Desde a assinatura do contrato o beneficiário já começa a pagar parcelas referente ao juros do empréstimo concedido pela Caixa à construtora para andamento das obras. As parcelas efetivas passam a ser pagas no momento da entrega do imóvel.
 
Posso apresentar os documentos de outra pessoa para cadastro?
Não.
 
Esse cadastro é só para Palmas?
Esse cadastro é somente para os 392 apartamentos anunciados, localizados na Quadra Arne 61.  
 
Quais os critérios de seleção?
Serão contempladas as primeiras 392 pessoas que tiverem o cadastro aprovado pelo correspondente bancário da Caixa Econômica Federal.
 
O cadastro fica disponível até quando?

Até todas as unidades serem preenchidas. Vale lembrar que é importante que o servidor que queira ser beneficiado faça o cadastro o quanto antes, pois serão contempladas as primeiras 392 pessoas que tiverem o cadastro aprovado pelo correspondente bancário da Caixa Econômica Federal.
 
Mais informações no 3218-2345.